Enviar por ; Correo electrónico

Marinha vigiou navio russo em águas de jurisdição portuguesa

Diario Marítimo ; 16 Abril 2017  ; 163 votos

Ratio: 0 / 5

Inicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivado
 

O navio de pesquisa oceanográfica da marinha russa Admiral  Vladimirskiy passou, durante os dois últimos dias, em águas nacionais, tendo sido empenhados dois navios da Marinha para acompanhar o navio de guerra, no quadro das responsabilidades nacionais na NATO, de partilha de informação e de patrulha e vigilância de navios de interesse.

O navio russo provinha do mar do Norte e encontra-se em  trânsito para Gibraltar em direção ao Mediterrâneo. O navio entrou na ZEE portuguesa na madrugada de sexta-feira e começou por ser acompanhado pelo navio patrulha Cuanza, em missão na zona marítima do Norte. Posteriormente, a corveta João Roby,  já ao largo de Lisboa, acompanhou desde ontem pelas 18h00 o navio russo até à saída da ZEE portuguesa, a Sul do Algarve.   A missão de vigilância terminou hoje, sábado, pelas 10h00, após o navio ter saído das águas de jurisdição portuguesa, passando a ser monitorizado por navios das marinhas aliadas da NATO, a partir de Gibraltar.

 
 
 Buscador Grupo Pladesemapesga con tecnología de Google

En el motor de búsqueda te ayudamos a encontrar exactamente lo que buscas.

 AyTP Acción y Transparencia Publica..
Otros articulos relacionados.....

Indecencia y falta de ética política de  las mareas bajo @XulioFerreiro + y @martinhonoriega +